Epagri de Araranguá realiza curso de homeopatia agropecuária

Governador destaca transparência e gestão responsável ao anunciar novas medidas, com redução de mais de 230 cargos comissionados e funções gratificadas
19 de abril de 2018
Serra catarinense amanhece com 2,6°C
19 de abril de 2018

O interesse pelo uso da homeopatia na agricultura e na pecuária vem crescendo no Estado. Prova disso é o curso que a Epagri inicia nesta sexta-feira, 20, no Centro de Treinamento de Araranguá (Epagri/Cetrar), cujas 75 vagas estão esgotadas. O 3º Curso de Homeopatia Agropecuária no Sul Catarinense terá oito etapas, de um dia por mês, e se estende de abril a novembro.

Entre os participantes da capacitação estão técnicos em agropecuária, engenheiros-agrônomos, médicos-veterinários e agricultores das regiões de Tubarão, Criciúma e Araranguá. O curso é uma realização da Epagri em conjunto com a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e conta com a parceria do Laboratório de Homeopatia da Estação Experimental da Epagri de Lages e das farmácias Homeopáticas Ávila e Maria Rocha.

Com essa capacitação, a Epagri busca incentivar uma agricultura mais sustentável, reduzindo o uso de insumos químicos e medicamentos que fazem parte da agricultura convencional. “Essa redução de insumos químicos possibilita obter um produto mais saudável e até mesmo orgânico para a população rural e urbana”, destaca Marcelo Silva Pedroso, médico-veterinário homeopata da Epagri e coordenador do curso.

Edições anteriores

As duas edições anteriores do curso, realizadas em Araranguá e Urussanga, capacitaram 90 pessoas, das quais cerca de 50 eram produtores rurais. A procura pelas vagas desta edição superou as expectativas dos organizadores. ‘’A homeopatia em Santa Catarina está em franco desenvolvimento e a Epagri é referência nessa área para outras empresas públicas do País. A Empresa incentiva a produção mais sustentável para a população ter um produto mais saudável na mesa e o agricultor ter melhor qualidade de vida’’, destaca Marcelo.

O médico-veterinário explica que, durante o uso de preparados homeopáticos, o agricultor não precisa descartar o leite das vacas nem respeitar períodos de carência para vender as frutas, por exemplo. Essa medida é necessária nos tratamentos tradicionais, que utilizam antibióticos para animais e agrotóxicos para as plantas.

Luciana Ferro Schneider, engenheira-agrônoma da Epagri e secretária do curso, diz que a homeopatia é uma tecnologia recente para a agropecuária. “Técnicos e agricultores terão, com esse curso, a oportunidade de estudar na teoria e aplicar na prática as leis e os ensinamentos da homeopatia”.

Serviço:

O quê: 3º Curso de Homeopatia Agropecuária no Sul Catarinense
Quando: Sexta-feira, 20 de abril (primeira etapa)
Onde: Centro de Treinamento da Epagri de Araranguá – Rua Marcos João Patricio, S/Nº, Bairro Barranca
Mais informações: Marcelo Silva Pedroso, médico-veterinário homeopata da Epagri e coordenador do curso: (48) 3403-1084, 99668-3768 ou mpedroso@epagri.sc.gov.br.

Colaboração: Governo do Estado de Santa Catarina.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta