Investigados na Operação Oxigênio apagaram troca de mensagens, revela força-tarefa

Autorizada obra do segundo acesso em Jaguaruna
9 de junho de 2020
O Vendedor de Sonhos conquista público da Netflix na quarentena: “Precisamos falar sobre suicídio”
9 de junho de 2020

O prejuízo da instrução criminal também serviu de justificativa para embasar os pedidos de prisão de preventiva de Borba e Leandro. De acordo com a investigação, no dia 9 de maio, Borba entregou o telefone celular para ser periciado, mas antes deletou todas as mensagens dirigidas a Leandro, que fez o mesmo em relação às mensagens enviadas ao colega.

A investigação ainda encontrou no telefone celular de Leandro e no computador da Casa Civil imagens (prints) com conversas aleatórias travadas entre ambos por aplicativo de mensagem, o que demonstra que havia diálogo e que a íntegra das conversas foi apagada do aplicativo.

Ainda segundo a investigação, Borba teria apagado as mensagens, pois é Leandro quem o liga diretamente ao grupo empresarial responsável pelo recebimento de R$ 33 milhões.

Provas ocultadas

Essa não foi a única manobra executada por Borba para dificultar as investigações da força-tarefa formada por MPSC (Ministério Público), Polícia Civil e TCE (Tribunal de Contas do Estado).

De acordo com a investigação, o ex-secretário da Casa Civil mentiu ao declarar que residia em um endereço na área central de Biguaçu. Os policiais estiveram no local e o imóvel estava desocupado, fato que foi reconhecido por Borba em novo depoimento.

Os policiais também descobriram que Borba omitiu um endereço residencial localizado no Condomínio Garden Clube, o mesmo onde Leandro tem casa.

O fato só passou a ser conhecido da investigação porque o porteiro do condomínio questionou os policiais se o mandado de busca e apreensão que seria cumprido na residência de Leandro era na casa de Borba, indicando que o ex-secretário da Casa Civil tinha residência no local.

“Portanto o risco de nova destruição de provas é altíssimo e iminente, pois os representados já agiram para ocultar provas pertinentes”, conclui a investigação.

Fonte: ND Mais

Posts Relacionados

Guilherme
Guilherme
Comunicador e Produtor do Programa Hora H e H News.

Os comentários estão encerrados.