Jovem leva mais de 300 picadas de abelhas em ponto de ônibus

Previsão para terça-feira é de sol com aumento de nuvens em Santa Catarina
22 de janeiro de 2019
Número de mortes por afogamento em SC aumenta 65% em relação à temporada passada
22 de janeiro de 2019

Uma jovem de 21 anos, que estava em um ponto de ônibus, foi alvo de um ataque de enxame de abelhas, em Presidente Getúlio, no Vale do Itajaí. Segundo os Bombeiros Voluntários, a mulher foi atingida por pelo menos 300 picadas e foi encaminhada para atendimento médico.

O caso ocorreu na Rua Artur Sartotti, no bairro Niterói, por volta das 15h05 de segunda-feira (21). De acordo com os bombeiros, o marido dela chegou para buscá-la no ponto de ônibus e também foi atingido. No entanto, ele conseguiu ajudar a mulher para escapar do ataque do enxame.

Conforme os bombeiros, uma escavadeira hidráulica fazia a limpeza de um terreno, quando atingiu o local onde estavam os insetos. O ponto de ônibus fica a poucos metros de onde ocorriam os trabalhos.

A jovem sofreu complicações por causa da reação das picadas das abelhas, com risco de sofrer choque anafilático, segundo os bombeiros. A equipe de socorristas precisou estabilizar o estado de saúde da vítima antes de encaminhar para o atendimento no Hospital Maria Auxiliadora. O marido também precisou de atendimento. Ambos receberam alta hospitalar no período da noite, segundo a unidade de saúde.

O maquinista da escavadeira hidráulica, que fazia a limpeza do terreno, não foi atacado. Um apicultor foi chamado para ir ao local e deixar o ambiente seguro.

 

Orientações

Os bombeiros orientam que a população evite movimentos bruscos e excessivos ao perceber a presença de enxames. É preciso fazer silêncio porque as abelhas são atraídas por ruídos, principalmente os agudos. Também é necessário examinar a área de trabalho antes de usar equipamentos motorizados.

Ao notar a presença de abelhas, a orientação é se afastar do local e pedir socorro pelo 193. Em caso de ataque, a recomendação é acionar imediatamente o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Fonte: G1 SC

Posts Relacionados

Deixe uma resposta