Netflix já tem mais assinantes que TV paga no Brasil

PIB tem tombo recorde de 9,7% no 2º trimestre e Brasil entra de novo em recessão
1 de setembro de 2020
iPhone 11 foi o celular mais vendido no 1º semestre de 2020; confira o top 10
1 de setembro de 2020

Netflix não costuma apresentar seus números, especialmente o de assinantes, então fica a cargo dos especialistas do mercado juntarem os dados e fazer uma avaliação com pesquisas complementares. E foi assim que o pessoal da firma de Bernstein, em Wall Street, chegou à conclusão que a plataforma de streaming acumula mais de 17 milhões de assinantes no Brasil — superior aos 15,2 milhões de pagantes da TV por assinatura, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em julho de 2020.

O relatório diz que Netflix ultrapassou o número de assinantes de TV paga brasileira em junho, justamente em um dos períodos mais críticos da pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), com o aumento do isolamento social. Segundo os analistas da Bernstein, o maior trunfo da Netflix é “oferecer um produto superior por um quarto do preço da TV paga”.

Vale destacar que o plano mais barato da Netflix custa R$ 29,90, enquanto a TV paga da NET/Claro, que é a mais popular no país, sai por R$ 59,90 no combo com telefone e internet. Contudo, o estudo deve levar em consideração o pacote médio apenas de canais, que sai por R$ 99,99. Essa análise confirma o declínio do setor, com a queda da TV por assinatura tradicional e o aumento do uso de streaming.

E a seara promete ficar ainda mais concorrida, já que a Globoplay anunciou nesta segunda-feira (31) novos planos e a própria Netflix liberou uma nova forma de “degustação” gratuita de suas atrações. E some aí a Disney+, que chega por aqui em novembro e deve chacoalhar a disputa; e o HBO Max, previsto para 2021, que devem chacoalhar ainda mais essa disputa.

Fonte: Canal Tech

Posts Relacionados

Guilherme
Guilherme
Comunicador e Produtor do Programa Hora H e H News.

Os comentários estão encerrados.