Seis moradores da Amurel morreram nesta quarta-feira em decorrência de covid-19

16 de julho de 2020
: 80% dos executivos no país esperam queda na receita em 2020
16 de julho de 2020

Esta quarta-feira (15) foi marcada por seis mortes provocadas pelo coronavírus na Amurel. Foram três óbitos de moradores de Tubarão, dois de São Martinho e um de Braço do Norte.

As mortes dos tubaronenses foram confirmadas pela Fundação Municipal de Saúde, mas as idades não foram informadas, nem se as vítimas estavam internadas ou possuíam comorbidades. Segundo informações extraoficiais, tratam-se de uma mulher de 70, um homem de 80 e um jovem de 21, que cursava Direito em Florianópolis.

As vítimas de São Martinho tinham 83 e 66 anos. Ambos tinham comorbidades. O mais velho, Helmut Stortz, sofria de problemas cardiovascular e renal, e estava na UTI do Hospital São José, em Criciúma, há quase 20 dias. O mais novo, Edson Rosa de Oliveira, possuía doenças crônicas e problema cardíaco, e estava internado no Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, em Laguna, desde o último sábado.

Já a vítima de Braço do Norte era Salésio Philippi, 65 anos. Ele estava internado na UTI do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, desde 26 de junho

A Amurel já contabiliza 31 óbitos causados por covid-19: Tubarão (10), Braço do Norte (4), Gravatal (3), São Martinho (3), Rio Fortuna (2), São Ludgero (2), Grão-Pará (1), Laguna (2), Pescaria Brava (2), Pedras Grandes (1) e Jaguaruna (1).

Fonte: Sul Agora

Posts Relacionados

Guilherme
Guilherme
Comunicador e Produtor do Programa Hora H e H News.

Os comentários estão encerrados.