Trabalhadores do Hospital de Araranguá fecham a BR-101

Apae doa quatro radiocomunicadores à Guarda Municipal
20 de dezembro de 2017
Motociclista morre após acidente em Timbé do Sul
20 de dezembro de 2017

Na tarde desta terça-feira, dia 19, os trabalhadores do Hospital de Araranguá bloquearam a BR 101 SUL nos dois sentidos da rodovia.  A ato teve início por volta das 17 horas, no quilômetro 409 da rodovia, se encerrando as 18 horas, informou a Polícia Rodoviária Federal-PRF SC.

Desde o mês de novembro, os trabalhadores estão em greve devido à falta de pagamento dos salários. Os funcionários protestaram contra a falta de materiais e medicação na unidade. O Sindicato do Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde-Sindisaúde, de Criciúma e região, afirmou que os aparelhos do hospital estão sucateados e também falta alimentos.

Em nota a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina-SPDM, gestora do hospital, disse que “respeita o direito à manifestação de todos os trabalhadores” e que desde que o contrato de gestão foi assinado, em maio de 2013, não houve reajuste no valor mensal pago pelo estado. Apesar disso, houve dissídios de trabalhadores e aumentos nos preços de materiais usados no hospital. Por essa razão, há déficit mensal. Também afirmou que há atraso de salário do mês de novembro aos trabalhadores e débitos pendentes de pagamento com fornecedores e RH Médico.

O Hospital de Araranguá, atende agora somente os pacientes que já estão internados e casos de urgência e emergência no pronto-socorro.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta